Secretaria de Saúde abre oficialmente a campanha ‘Outubro Rosa’ em Caarapó

Publicado: Quarta, 04 Outubro 2017

Foto: Dilermano Alves - Prefeito Mário Valério e equipe da Secretaria Municipal de Saúde no evento que abriu a campanha Outubro Rosa em Caarapó
Foto: Dilermano Alves - Prefeito Mário Valério e equipe da Secretaria Municipal de Saúde no evento que abriu a campanha Outubro Rosa em Caarapó
Com a presença do prefeito Mário Valério, a Secretaria Municipal de Saúde abriu oficialmente, na manhã de terça-feira (3), a campanha ‘Outubro Rosa’, em carreata que percorreu as principais ruas da cidade. O evento foi organizado pela Secretaria Municipal de Saúde, com participação da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, lojistas e equipes da rede municipal de saúde.


Conforme o secretário Valberto Ferreira Costa, o objetivo da carreata foi chamar a atenção da população para a necessidade de prevenção do câncer de mama. “A nossa intenção é gerar consciência social e promover ações de caráter preventivo”, destacou.

“Outubro é um mês de alerta, mas as mulheres precisam ficar atentas o ano todo. A prevenção é o melhor remédio e o que se sabe é que, descoberto precocemente, essa doença tem mais de noventa por cento de chance de cura”, disse Mário Valério na ocasião.

Durante todo o mês de outubro, a Secretaria Municipal de Saúde vai realizar uma série de atividades direcionadas à saúde da mulher. A programação prevê orientações quanto ao autoexame das mamas, solicitação de mamografia a mulheres com idade a partir de 40 anos, coleta de preventivo de colo uterino e palestras ligadas ao tema, além de outras atividades.

No próximo dia 20, no final da tarde, acontecerá atividade física na Praça Central com os educadores físicos da secretaria de saúde. No dia 21, em parceria do Rotary Club, será realizado um chá-bingo para mulheres, com início às 15h, no salão da entidade. No dia 27, haverá aula de zumba na Praça Central, atividade em parceria com a Academia Live Fitness. A programação do dia 30 prevê palestra com profissionais da saúde e depoimentos de mulheres que venceram o câncer de mama. Para encerrar a campanha Outubro Rosa, na mesma data as unidades de saúde realizarão uma caminhada rosa, com saída da praça da Vila Planalto.

Outubro Rosa
Um espaço na internet – www.outubrorosa.org.br -, pertencente a uma entidade sem fins lucrativos, que presta atendimento gratuito às pessoas acometidas pelo câncer de mama, traz importantes informações sobre o tema.

O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários estados tinham ações isoladas referentes ao câncer de mama ou mamografia no mês de outubro. Posteriormente, com a aprovação do Congresso Americano, o mês de outubro se tornou o mês nacional americano de prevenção do câncer de mama.

A história do Outubro Rosa remonta à última década do século 20, quando o laço cor-de-rosa, foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, em 1990 e, desde então, promovida anualmente na cidade (www.komen.org).

Em 1997, entidades das cidades de Yuba e Lodi, nos Estados Unidos, começaram efetivamente a comemorar e fomentar ações voltadas à prevenção do câncer de mama, denominando como Outubro Rosa. Todas as ações eram e são até hoje direcionadas à conscientização da prevenção pelo diagnóstico precoce.

Para sensibilizar a população, inicialmente as cidades se enfeitavam com os laços rosa, principalmente nos locais públicos, depois surgiram outras ações como corridas, desfile de modas com sobreviventes (de câncer de mama), partidas de boliche e etc. (www.pink-october.org).

A primeira iniciativa vista no Brasil em relação ao Outubro Rosa foi a iluminação em rosa do monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista (mais conhecido como o Obelisco do Ibirapuera), situado em São Paulo-SP. No dia 2 de outubro de 2002, quando foram comemorados os 70 Anos do Encerramento da Revolução, o monumento ficou iluminado de rosa.

Essa iniciativa foi de um grupo de mulheres simpatizantes com a causa do câncer de mama, que, com o apoio de uma conceituada empresa europeia de cosméticos, iluminaram de rosa o Obelisco do Ibirapuera em alusão ao Outubro Rosa.

A popularidade do Outubro Rosa alcançou o mundo de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos em torno de tão nobre causa. Isso faz que a iluminação em rosa assuma importante papel, pois se tornou uma leitura visual, compreendida em qualquer lugar no mundo.

Foto: Dilermano Alves
Prefeito Mário Valério e equipe da Secretaria Municipal de Saúde no evento que abriu a campanha Outubro Rosa em Caarapó

Piscicultura é alternativa econômica para pequenos produtores de Caarapó

Publicado: Segunda, 02 Outubro 2017

Foto: Dilermano Alves - Produtores rurais acompanham explanação sobre de projetos de piscicultura em palestra do coordenador de Pesca e Aquicultura em Mato Grosso do Sul, César Moura, em Caarapó
Foto: Dilermano Alves - Produtores rurais acompanham explanação sobre de projetos de piscicultura em palestra do coordenador de Pesca e Aquicultura em Mato Grosso do Sul, César Moura, em Caarapó
A criação de peixes pode se tornar uma excelente alternativa econômica para os pequenos produtores de Caarapó. Essa é a opinião do prefeito Mário Valério (PR), que está buscando parceria com a Coordenadoria Federal de Pesca e Aquicultura em Mato Grosso do Sul, órgão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), para o desenvolvimento de projetos de piscicultura no município.


Para debater o assunto, e mostrar o potencial de Caarapó para a atividade, foi realizado no fim do mês passado, na sede da Câmara de Vereadores, o I Encontro Regional de Piscicultura de Caarapó, comandado pelo coordenador de Pesca e Aquicultura em Mato Grosso do Sul, César Moura. O evento, que enfocou a inclusão e a reorganização da piscicultura em Caarapó, atraiu mais de 50 pequenos produtores rurais do município, interessados no tema.

“A ação serve de embrião para a implantação de projetos de piscicultura, atendendo a demanda de pequenos agricultores rurais que têm o interesse de inserir ou expandir essa atividade em suas propriedades, considerando que Caarapó possui um grande potencial hídrico para a piscicultura”, justificou o prefeito Mário Valério na ocasião.

No encontro, o coordenador César Moura apresentou aos produtores uma proposta de trabalho para alavancar a produção local, que contemplará a oferta de máquinas e equipamentos. O passo inicial deverá ser a elaboração de projetos técnicos para análise da Coordenadoria de Pesca e Aquicultura. A partir daí será dado andamento ao processo, com intervenção da prefeitura, que dará todo o suporte técnico-logístico para a implantação dos projetos, partindo do diagnóstico inicial, passando pela preparação dos tanques até a comercialização de produtos, segundo compromisso do Poder Executivo municipal de Caarapó.
Organizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, por meio do Departamento de Agricultura e Pecuária, I Encontro Regional de Piscicultura de Caarapó teve a presença do corpo técnico que acompanhará a elaboração e desenvolvimento dos projetos de piscicultura, o engenheiro Agrônomo Dióis Moreira de Souza, o engenheiro ambiental Gustavo Becker e o veterinário Fabricio Ortoncelli, além do prefeito Mário Valério, do presidente da Câmara de Vereadores, André Nezzi (PDT), vereadores Luiz Macarrão (DEM), Cido Santos (PSDB), Manoelito Felix Bagaceira (PDT), Gilberto Segóvia (PSDB), Professor Pontinha (PT) e Manezinho (DEM). Também participaram o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Márcio Barbosa, o chefe do Departamento de Agricultura e Pecuária, Alexandro Aparecido, o representante da Agraer, Henrique Minoru Iwahata, o presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural e Sustentável, Aldecir Roberto Fernandes, e o representante do Sindicato Rural, Odilson Bandeira.

Foto: Dilermano Alves - Produtores rurais acompanham explanação sobre de projetos de piscicultura em palestra do coordenador de Pesca e Aquicultura em Mato Grosso do Sul, César Moura, em Caarapó